Quem é Amor?

Quem é Amor?

“No dia em que Afrodite nasceu, os deuses participavam de um banquete; entre eles estava Ardil, filho da Invenção. Depois do jantar, vendo que se festejava, a Pobreza veio mendigar e parou diante da porta. Ardil estava bêbado de vinho e saiu para o jardim de Zeus, e adormeceu. Então Pobreza, pensando aliviar a sua triste condição se tivesse um filho de Ardil, deitou-se com ele e concebeu Amor. Como Amor foi concebido no dia do aniversário de Afrodite, e como ele também possuía uma paixão inata pelo belo e, portanto, pela beleza de Afrodite, tornou-se seu seguidor e servo. Mais uma vez, tendo Ardil como pai e Pobreza como sua mãe, é este o seu caráter. Ele é sempre pobre e, longe de ser sensível e belo, como a maioria das pessoas imagina, ele é duro e curtido pelo tempo, descalço e sem teto, sempre dormindo ao relento por falta de uma cama, no chão, na soleira das portas e na rua. Até aí ele se parece com a mãe e vive necessitado. Mas, sendo também o filho de seu pai, ele trama para conseguir para si mesmo tudo que for belo e bom; ele é corajoso, direto e persistente, sempre inventando truques como um ardiloso caçador.” (Platão – O Banquete)

Nota: Precisa dizer mais alguma coisa???

Anúncios

3 comentários sobre “Quem é Amor?

  1. Este livro é muito bacana! E este trexinho- que se não me engano é parte do discurso de socrates no banquete- é o meu preferido. É um livro meio gay, mas da-se o desconto por ser de um filosofo e ainda por cima romano.. rsrsrrs…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s