Quem dera eu fosse Aristides!

Aristides era um jovem rapaz em plena flor da idade, quando sofreu um terrível acidente automobilístico. desde então, Aristides passou três longos anos em coma na UTI do Hospital Geral. Aristides vegetava. Manteve-se imóvel por todo o tempo em que ficou internado. Não enxergava nada (pois sequer abria os olhos); também não ouvia nada (e, se ouvia, também não dava sinais de reação);consequentemente também não falava; respirava por aparelhos e se alimentava por uma sonda. Aristides era um vegetal. Não tinha nenhum reflexo em seus membros, mas curiosamente, Aristides tinha uma particularidade que fazia dele o “xodó” das enfermeiras. Todas as enfermeiras do hospital queriam tirar plantão na ala de Aristides. Eram enfermeiras jovens e velhas; loiras e morenas; casadas e solteiras; atéias e crentes. Todas queriam cuidar de Aristides. Pois o negócio, era que o “negócio” de Aristides era algo fabuloso! E aí está a curiosidade: era a única parte de Aristides que dava sinais de vitalidade. E que vitalidade! Pois o “negócio” do Aristides estava permanentemente em riste! Assim, Aristides tornou-se a “atração principal” na UTI, para as enfermeiras. Dona Irene, a velha enfermeira que fez a grande descoberta, ela mesma, além de se esbaldar com o “negócio” do Aristides, fazia negócio e ganhava um dinheiro extra com o “negócio” do Aristides! Havia fila de espera e a troca de turnos valia peso de ouro, pois todas queriam “brincar” com o “negócio” do Aristides! Hoje fui ao velório do Aristides… Depois de três anos de “uso”, aristides não resistiu ao coma e veio a óbito. A UTI voltou a ter aquele clima frio que tinha antes da chegada do Aristides. No velório, estavam todas as enfermeiras que usaram, ou melhor, que cuidaram do Aristides. Para os demais presentes no velório, que não sabiam da história do Aristides, ficava agora uma outra curiosidade: Como podia um rapaz, como Aristides, ter sofrido em coma por tanto tempo e agora, ali no caixão, trazer o esboço de um leve sorriso de satisfação nos lábios? – Ah, quem dera eu fosse Aristides!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s