Natural

Gosto de você ao natural,

com seu ar de desdém

e essa boca sorrindo.

Gosto do seu cheiro de banho

e de como és cruel com quem só te deseja a pele.

Gosto dos seus cabelos desgrenhados,

levemente descuidados, sem escovas ou retoques.

Gosto do seu toque.

Gosto de ferver o sangue enquanto te abraço.

Gosto dos teus gritos e sussurros,

ainda que não sejam provocados por mim…

Gosto da inveja das outras

que estremecem quando tu olhas pra mim.

Gosto de jogar conversa fora

e lembrar contigo momentos que não vivi.

Gosto de você de madrugada,

quando todos os sentidos já se perderam na bruma.

Gosto de você ao natural:

sem pintura, sem frescura, sem nada…

Gosto de te olhar por inteiro (dentro e fora),

pois é nessa hora

que as melhores coisas entre nós acontece.

Gosto de perder meu tempo contigo,

de querer e saber-se jamais querido.

Gosto do teu sorriso quando digo

essas frases sem nexo, como quem diz “bom dia”…

Gosto de te ter sempre por perto,

ainda que distante permaneças.

E gosto de ver a sua alma

ainda que esta não me pertença…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s