Opostos similares

Se ela é amor, eu sou a saudade mais doída.

Se ela é brisa, eu sou a folha caída.

Se ela é o diabo, eu sou a sede de pecar.

Se ela é felicidade, eu sou lágrima a rolar.

Se ela é gozo, eu sou dor lancinante.

Se ela é jóia rara, eu sou falso brilhante.

Se ela é lamento, eu sou a partida.

Se ela é a manhã, eu sou o firmamento.

Se ela é noite, eu sou agonia.

Se ela é prosa, eu sou poesia.

Se ela é relva, eu sou pedregulho.

Se ela é saliva, eu sou cama suada.

Se ela é tudo, sou menos que o nada…

Anúncios

Um comentário sobre “Opostos similares

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s