Quando uma relação chega ao fim

O texto abaixo não é meu, mas bem que poderia ser. Assim como também poderia ser seu…

Muitas vezes, não precisamos dizer “acabou” para que uma relação chegue ao seu fim. Muitos casais estão separados mesmo estando juntos, apenas eles não percebem – ou não aceitam. Quando existe algum apego pelas lembranças, pela pessoa, pela vida que se leva à dois, é muito difícil pormos um ponto final naquilo que já terminou.

No inicio, sempre é tudo muito lindo. Amamos, sorrimos, somos felizes de graça. Mas o tempo passa e aí aparecem os primeiros problemas. Alguns desistem de cara, já outros persistem, lutam e contornam o que há no caminho. Nesta época nós brigamos, gritamos, exigimos, choramos, cobramos. Mas um dia esta “força” vai terminando e vamos ficando desgastados, juntamente com a relação. Nos sentimos cansados, derrotados, mas ainda amamos. E é este amor que ainda nos faz persistir, mesmo quando temos a consciência de que não vai adiantar mais, nada vai voltar a ser o que era. Começamos então a brigar menos, gritar baixo, não exigir muito, muito menos cobrar. Apenas choramos ainda, em alguns casos.

Esta é a pior parte: quando deixamos de lutar e assumimos, mesmo que internamente, que desistimos. È aí que chegamos à parte da aceitação. Mesmo sabendo que as coisas estão assim, mesmo quando olhamos bem no fundo dos olhos da pessoa amada e vemos cansaço e derrota, ainda assim, persistimos, como se apenas o amor bastasse, como se apenas ele fosse conseguir mudar alguma coisa. Não aceitamos que as coisas terminem assim. Não pode ser assim…

Este tipo de situação é tão comum e ao mesmo tempo tão complicada de se resolver, que não temos uma fórmula mágica ou um passo a passo. O melhor mesmo é sentar, refletir, ponderar e decidir. E se você decidir dizer adeus, siga em frente e jamais olhe para trás.

Por Marjorie Correia

Publicado originalmente em: http://www.donagiraffa.com/2011/02/quando-uma-relacao-chega-ao-fim.html


Anúncios

3 comentários sobre “Quando uma relação chega ao fim

  1. Relação é bem complicada….o fim de ela ainda mais. Mas se a gente não arricar, não vale a pena. Viver cada minuto como se fosse o último pode ser um diferencial para torna uma relação mais duradoura. Respeito e ceder algumas coisas tbm são ingredientes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s