Exagerado

… Eu sou exagerado mesmo. E pouco me importa se os outros vão gostar ou não dos meus exageros. Sou feliz com eles. Exageradamente feliz. E exageradamente infeliz também, às vezes. Mas não importa. Fico com aquela frase do Vinícius, que dizia: “Ai de quem não rasga o coração! Esse, não vai ter perdão”…

 

Sou exagerado mesmo. Amo exageradamente, bebo e como exageradamente, durmo exageradamente, dou gargalhada quando é para ficar sério… E pouco me importa se as outras mulheres do mundo (incluindo minha mãe) vão se ofender por eu achar que a minha amada é mais perfeita do que elas! Pouco me importam os olhares de inveja ou repulsa que vão me dardejar ao me verem passeando de mãos dadas com a minha vida, numa fresca brisa de uma tarde de domingo.

 

Não gosto de nada pela metade. Quem me conhece sabe disso. Por isso, não me julguem pelos meus exageros. Isso faz parte de minha natureza. E eu sou muito mais exagerado ainda com quem eu gosto. Faço declarações públicas de amor, serenatas à janela, doação de órgãos e o que mais for preciso para manter ao meu lado a pessoa de quem eu gosto.

 

Se você não consegue ser exagerado assim como eu, nem possui alguém assim ao seu lado, eu só lamento. Afinal, ninguém é perfeito…

Anúncios

4 comentários sobre “Exagerado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s