Tirando a poeira

Depois de um bom tempo sem alimentar este pobre blog carente, eis que agora passo por aqui para dar uma espanada, tirar a poeira e dar uma lustradazinha básica…

Ao longo desses longos dias em que passei afastado daqui – por motivos meramente preguiçosos – alguns amigos que costumavam ler esse blog sempre me perguntavam (e até me cobravam) um retorno em breve. Mas o fato é que, quando lancei esse blog, no final de 2009, resolvi batizá-lo pelo nome de “A Vida é Foda” porque, na época (e ainda por muito tempo) minha vida realmente estava FODA! – Mas era a vida. O que se há de fazer? Mas, agora, minha vida está é ÓTIMA! – melhor não poderia ficar: Encontrei o verdadeiro amor da minha vida; tenho agora uma nova carreira a seguir; novos planos; vida nova (e tudo isso antes mesmo de chegar o Ano Novo, quando todas as pessoas se preparam para as grandes mudanças). – E essa coisa toda de blog perdeu o sentido, de certa forma…

Mas a minha vontade de escrever às vezes volta com toda força. Mesmo assim, como eu tenho coisas muito mais importantes a fazer ultimamente do que perder alguns preciosos minutos de minha vida escrevendo e, desde o início, eu avisei que só escreveria aqui quando me desse na veneta, não me sinto culpado em largar este espaço às traças, de vez em quando.

Perdi de vez o tesão pelas bobagens que se propagam vertiginosamente pela internet – principalmente pelas redes sociais. Penso, de fato, que a maioria dos brasileiros ainda não sabe usar a rede com proveito. Mas não é sobre isto que quero falar agora. Aliás, nem sei mesmo ao certo o que eu queria falar… Ah, já sei! Só passei mesmo para tirar as teias de aranha e avisar que estou muito bem, obrigado. Voltarei a escrever logo em breve. Agora tenho mais mil beijinhos para dar em minha amada e fazer mil novos planos para o meu futuro. Abraço a todos!

Anúncios

2 comentários sobre “Tirando a poeira

  1. Compreendo muito bem este seu hiato.
    E, nesse meio em que estamos inseridos não é salutar dividir tudo o que nos acontece, principalmente o de bom… Fico feliz em poder lê-lo mesmo que esporadicamente. Devemos nos lembrar que em breve o esporádico poderá ser uma constante…
    Muitas saudades Mestre e estou muito feliz por você!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s